4/10/2010 Oakley Rio Pro /Rio de Janeiro /Arpoador Alandreson Martins

Em boas ondas de 1 metro no Arpoador, Rio de Janeiro (RJ), Simão teve muito trabalho para deter os adversários e faturar o cheque de R$ 4 mil destinado ao vencedor da etapa.
Na final, ele achou uma onda salvadora para arrancar 9.00 pontos e impedir a vitória do baiano Alandreson Martins, que vinha liderando com notas 5.67 e 6.67.
Em duelo dominado por Alandreson Martins, autor de 6.17 e 8.83, Leandrinho travou uma batalha muito acirrada com Simão Romão na briga pela segunda vaga.

18-19/09/2010 CIRCUITO CATARINENSE RIP FLY DE SURF AMADOR
O surf catarinense foi contemplado nesta última terça feira com a importante parceira entre umas das marcas mais famosas de óculos da atualidade, a Arnette e a Federação Catarinense de Surf – Fecasurf.
A Arnette entra como nova patrocinadora no Circuito Catarinense de Surf Amador a partir desta quarta etapa do Circuito Catarinense Rip Fly de Surf Amador 2010, que rola em Balneário Camboriú neste fim de semana durante os dias 18 e 19 de setembro.
O atleta de Barra Velha Diego Michereff é o líder do ranking na categoria Open com 5.328 pontos e chega a Balneário para brigar pela liderança do circuito que é considerado um dos melhores do Brasil.
As competições nas categorias Open, Junior, Mirim, Iniciantes, Infantil, Feminina e Máster, começam neste sábado (18/09) a partir das 08:00 horas e as inscrições para a competição desta quarta etapa estão abertas e são limitadas, devem ser feitas na Fecasurf - Federação Catarinense de Surf ou pelo fone (48)3025-1880.
O Circuito Rip Fly de Surf Amador 2010 é apresentado pela I-9 e tem o patrocínio da Rip Fly e Arnette o apoio da Index Krown, Onik, Site Waves, Jornal Drop, Hotel das Américas, Hotel Bhally, Surfers Paradise, FME, Liga do Esportes Radicais, Unimed, Velásquez, Surf Camp, e com a cobertura oficial do Grupo RBS de Comunicação e Atlântida FM, a realização é da Federação Catarinense de Surf e Associação de Surf de Balneário Camboriú.

Bino Lopes vence Pena Pro Nordeste e leva passagem para o Hawaii pelo título da Tríplice Coroa.

Bino Lopes
(INDEX KROWN KEAHANA) e Alandresson Martins (INDEX KROWN KEAHANA) dominam etapa do circuito proficional brasileiro em Itacaré conquistando primeiro e segundo lugar.O baiano Bino Lopes fez a festa no Pena Pro Nordeste, etapa do circuito nordestino profissional encerrada neste domingo, em ondas de 1 metro e formação regular na praia da Tiririca, Itacaré (BA).Com uma atuação de alto nível na final, o atleta de Vilas do Atlântico somou notas 9.17 e 7.17 para levar a taça e o cheque de R$ 8 mil.É a terceira vitória de Bino no Nordestino Pro. O atleta havia faturado as provas em Stella Maris (2009) e Fernando de Noronha (2010).
"Po tava super concentrado e queria muito voltar a liderança do circuito , tava com a pranchinha no pe e ela tava voando , passei trienando muito para conquistar este campeoanto queria muito este titulo que vai ser muito importante para a minha carreira, agora eu quero lutar ate o fim para tambem ser o campeao nordestino"Em uma decisão apertadissima , o baiano superou o conterrâneos Alandreson Martins (2o) por apenas 0,4 , ficando o cearense Michel Roque (3o) e Rudá Carvalho, quarto colocado.


O paranaense Caetano Vargas, 22 anos, é o grande vencedor da segunda etapa do SuperSurf International, encerrada neste domingo (4/7) em ondas de meio metro e séries demoradas na praia de Maresias, São Sebastião (SP).
Ele dominou o duelo do início ao fim e derrotou na final o guarujaense Magno Pacheco, 21, por 13.90 a 8.90 pontos. Esta foi a primeira final de ambos em uma etapa do WQS.
“Estou muito feliz. Tudo deu certo para mim hoje. As ondas vieram nas baterias e só tentei mesmo mostrar o meu surf. Na final eu peguei
uma esquerda abrindo e fui soltando as manobras até onde deu,a prancha estava no pe foi alucinante . Depois fiquei só administrando o resultado até o fim da bateria”, conta Caetano Vargas, que até então só tinha uma vitória na carreira profissional, conquistada em uma etapa do Circuito Paranaense na Ilha do Mel.
“A gente sempre chega com uma esperança, mas não acredita tanto que vai vencer. Mas campeonato é isso mesmo, acho que hoje era o meu dia. Agora estou na frente do ranking, mas isso é consequência do trabalho dentro d'água", explica o novo líder do SuperSurf 2010.
Alan Saulo foi o vencedor da categoria profissional e faturou um cheque de R$ 1 mil na etapa. Com boas ondas de até um 1,5 de altura, o Circuito Imbitubense de Surf deu sua largada na praia da Vila, Imbituba (SC) no último final de semana, dias 29 e 30 de maio.
Foi a final mais aguardada do domingo. A categoria Pro / Am foi uma disputa acirrada que, ao todo, somou 48 competidores. Saulo vence a categoria e Bruno Lopes é o segundo colocado.

O atleta Daison Pereira subiu ao lugar mais alto do pódio do Banrisul Pro Tour de Surf Profissional, encerrado no último domingo (21/02) na praia de Atlântida, Xangri-lá (RS).
Válido pela quinta etapa do Brasil Tour e também pela segunda do Gaúcho Profissional, os surfistas duelaram em busca dos R$ 15 mil de premiação, uma passagem internacional, além de 250 pontos para o ranking da Abrasp e 1.500 pontos para o Estadual.
Daison Pereira desbancou os favoritos e conseguiu somar em suas duas melhores notas a pontuação de 13.14. Em segundo lugar ficou o surfista Pedro Norberto. Rodrigo Dornelles foi o terceiro e Jéferson da Veiga o quarto.
“Estou muito feliz. A vitória dá mais confiança e me deixa ainda mais focado em buscar bons resultados. Tenho muito que agradecer os meus patrocinadores, que sempre acreditam em mim, além do professor de fisioterapia da Ulbra Torres, Marcelo, que me ajudou a curar uma lesão séria que tive. Agora é comemorar e treinar ainda mais até a próxima competição”, comemora Daison.

No domingo também foi disputado o i9 Hidrotônico Air Show, que premiou o surfista dono da melhor e mais inovadora manobra. Alan Saulo foi o ganhador aplicando um aéreo rodando.
O gaúcho Daison Pereira foi o grande vencedor da segunda etapa do SuperSurf 2009, encerrada nesta domingo (7/6) em Stella Maris, Salvador (BA). O público compareceu em peso na praia.
Para conquistar o título ele derrotou o cearense Messias Félix por 11.73 a 9.20 pontos na grande final do evento.
A decisão aconteceu em ondas com cerca de meio metro mexidas e vento maral muito forte. Bom posicionamento e um pouco de sorte foram fundamentais para escolher as ondas que proporcionaram espaço para as manobras.
Com boa campanha na prova, Messias Félix fica em segundo. Foto: Diego Freire.
Logo de cara Daison encontrou as melhores ondas e colocou Messias Félix em combinação. O cearense saiu da combinação a 10 minutos do final e buscou a virada durante todo o tempo, mas não foi suficiente para deter o gúcho com suas boas performances.
Mesmo com as difíceis condições do mar, o hexacampeão gaúcho mostrou-se sintonizado com as ondas do pico. Com muita confiança ele conseguiu manobrar em toda extensão das esquerdas e direitas que pegou com boas rasgadas, batidas e floaters, sempre aproveitando todo espaço oferecido até a areia.